Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Das agruras da vida

por o que procuro, em 23.10.12

Conheci a Bea, porque o filho dela anda na mesma sala do meu, aqui na creche.

Ela húngara, o marido português, travámos amizade, conversamos, partilhamos a mesma situação de vida.

 

Estão a tentar engravidar, mas de entre a primeira gravidez já por si complicada, um aborto entretanto, seguido de uma depressão e um aconselhamento de sair do país para mudar de vida, as coisas não se têm revelado fáceis.

 

E este mês após exames sucessivos, eis que se vislumbra uma possibilidade que se desaveneceu novamente hoje pela manhã.

Foi difícil vê-la chorar, no meio da rua, transtornada, farta de ter esperança em nada,  ter de aguardar mais um mês e o tempo passa, silencioso, mordaz.

 

Fiquei sem saber o que lhe dizer.

Revejo-me muito nestas situações, porque o meu prognóstico relativo a uma gravidez, sempre foi relutante.

Alertaram-me para todos os cenários possíveis, aconselharam-me a não pensar muito nisso, que depois logo se veria, uma etapa de cada vez...

Tive sorte, muita sorte, porque não cheguei a conhecer este mundo da esperança estilhaçada a cada mês, dos tratamentos sucessivos, das ecografias, das injecções, dos males estares e das horas programadas para se fazer amor.

Da dor que é querer ter um filho, desejá-lo para lá do que é possível sentir-se e o tempo e o nosso corpo afirmarem-se contra a concretização deste sonho.

 

Eu felizmente sei o que é ter um filho no colo e vi este nosso desejo concretizado, contudo ver essa esperança amputada numa família que tanto almeja por isso faz-me sofrer e pensar na mágoa que estas pessoas carregam com elas no seu dia-a-dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:53

Going for the experience of a lifetime

por o que procuro, em 17.05.09

É HOJE! É HOJE!!

 

Vou finalmente conhecer o meu filho e viver a experiência da minha/nossas vidas!!

 

Espero regressar em breve, com Boas Notícias!!

 

Aguardem-nos esperançosos, eu vou com Fé!

 

 

Até já!!!

 

FUI...

 

 

Deixo-vos a música que neste grande momento me acompanha...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:27

Uma experiência surreal...

por o que procuro, em 15.05.09

Bem, ontem, fui fazer a minha visita mensal ao Day Dream Spa, ultimar os preparativos estéticos para a chegada do piolho. Como devem calcular o meu corpo transformou-se, são mais 7 kg de peso, mais área a depilar e claro, esta barriga que me impede de estar em determinadas posições...

 

O que se traduziu, na entrada de 2 estéticistas no gabinete (acho que eram profissionais há muito pouco tempo), 1h30 depois tinha uma parte do tratamento feito... Tiveram de sair porque tinha outras marcações, entrou mais uma esteticista, que continuou o trabalho e começaram as posições malabaristas, para conseguirem aceder a TODO O LADO!! lol...

Por fim, ainda entrou a profissional que mensalmente me tem atendido, dar uma ajuda para acabar com a estadia naquela sala...conclusão: 3h depois de ter entrado e 8 mãos depois, sai do Spa, sem um pelo para contar a história!!!

 

Acho que tenho de agradecer a paciência delas e a minha também! lol... Foi o ensaio geral, antes do grande espectáculo que está a chegar...

 

 

Hoje, fui à última consulta, ao hospital, mais uma manhã de espera, sim apesar da consulta estar marcada para as 9h30, eram 13h quando entreguei no gabinete médico....

 

Fui observando as entradas e saídas naquela sala de espera, há quem esteja quase no grande dia e outras que só agora estão a dar os primeiros passos no tempo de gravidez....

 

Decididamente a vida é um ciclo, uns são concebidos, outros nascem, outros deixam-nos... A vida não pára, para cada um que a vive...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:15

Porque nem tudo é mau...

por o que procuro, em 14.05.09

Na passada segunda-feira, dirigi-me ao Centro de Saúde da minha área de residência, já lá não ia há anos, porque a médica de família devido a problemas de saúde está sempre a faltar (e eu disponho de outras opções - e ainda bem!!), porque tudo é ultraburocrático, penoso e dificil de obter, à semelhança de quase todos os serviços públicos.

 

Mas desta feita, para obter a isenção das taxas moderadoras e afins durante o tempo de gravidez e puerpério (sim, só agora fui tratar disso - shame on me! ) tinha mesmo que ir lá...

 

Para variar a minha médica de família está ausente até ao dia 30 de Maio, já se via no placard da rua...começava bem! Dirigi-me ao serviço de atendimento: sala de espera quase vazia, às 9h da manhã, caras novas, gente simpática e prestável, fiquei admirada. Encaminharam-me para o serviço de planeamento familiar / saúde infantil. Aí falei com uma enfermeira, que marcou uma consulta para a médica de serviço naquele dia...

 

Cerca de 30 minutos depois, já com a inscrição feita para a consulta, sem pagar nada, fui atendida por uma médica, que me passou o documento, ainda perguntei sobre o acompanhamento da saúde infantil. Além das explicações fornecidas, encaminhou-me para o serviço de vacinação, para falar com as enfermeiras!

 

Percebi que não existem pediatras no Centro de Saúde (a nível nacional, devem ser todos assim!) são 3 médicos de família que uma vez por semana, fazem atendimento às crianças, às gravidas e de planeamento familiar, sendo que encaminham para os Hospitais em caso de necessidade. (Acho que o melhor é o seguro de saúde e arranjar um pediatra no privado..) Quanto às vacinas, se fizerem parte do plano nacional de vacinas, podem ser administradas ali gratuitamente, dentro do horário disponível...

 

Portanto, fui rápidamente atendida, não paguei nada e ainda vim informada!!

Desta feita, nem tudo é mau nos serviços públicos!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:37

Gravidez de termo

por o que procuro, em 11.05.09

Eis-nos chegados às 37 semanas de gravidez, uma gravidez de termo, em que a criatura pode nascer a qualquer momento...muito embora esteja programado para breve, breve...

 

Ainda falta a última etapa, ainda falta vê-lo, senti-lo, tocá-lo e cheirá-lo, mas podemo-nos considerar afortunados, por ter chegado aqui, sem problemas de maior.

 

E como é que eu me sinto no meio disto tudo??

 

Assim:

 

ENORME!!!

 

Além de serena e pacientemente à espera do dia da "desova"...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:41

Palavras de um futuro Pai babado

por o que procuro, em 23.04.09

Hoje de manhã, quando, muito cedinho saltei da cama, porque já não tinha posição para estar e porque o meu filho não parava de se mexer, o meu marido olha para mim e tem esta magnífica saída:

- Olha uma mulher grávida! E fui eu que fiz este belo serviço!!!

 

LOL (gargalhada geral logo pela manhã)

 

Pronto agora que já vim partilhar/cuscuvilhar a minha vida intíma convosco, vou ali arrumar o resto da roupa do pequenote nas respectivas gavetas!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:54

A realidade dos dias

por o que procuro, em 21.04.09

Isto parece tudo muito parado, mas é apenas aparência...deste lado daqui continuam e ultimam-se os preprativos para a chegada do rapazote, ele é compras, é pintar caixas, é montar coisas, é lavar, passar e arrumar roupa, mais fazer cortinados, forrar cesto...

Sem contar com o resto, quero deixar a casa com tudo no sítio, então acrescenta-se uma limpeza e arrumação geral a estas quatro paredes!! UFA!!

 

E o tempo a descontar...

 

Hoje fui ao curso de preparação para o parto e vim a reflectir sobre duas questões que nem sequer estão relacionadas:

 

  1. Acho que TODA a gente que está a passar por estas fase  deveria ter acesso a estas formações, além da aprendizagem é fabulosa a quantidade de informações úteis que trazemos, acerca de tudo, nomeadamente a selecção do que REALMENTE interessa adquirir para a chegada da criatura, quer pelo que a Fisioterapeuta afirma, quer pela troca de experiências com outras mães, de segunda viagem. Sim, porque isto de ter um filho é ainda pior do que organizar um matrimónio, há de tudo possível e imaginável, para todos os gostos, um sem fim de coisas, que nós - pais e mães de primeira viagem - apesar de informados nem sempre sabemos o que é realmente necessário comprar, nem as melhores escolhas a fazer em termos de produtos! Portanto vale a pena por isso;
  2. A segunda questão, foi ter-se falado na licencça de maternidade, no abono pré-natal e afins, dei-me conta que inúmeras das grávidas que estavam presentes, apesar de viverem em união de facto, se declaram mães solteiras, ou nem sequer querem casar com os companheiros, para manterem estas situações "dúbias" através das quais  vão obtendo beneficios fiscais, entre outros... Há situações em que estão a receber o escalão máximo do abono pré-natal, porque se declaram único progenitor, sem qualquer outro contributo familiar... Acho isto injusto, porque depois, situações como a minha, que estou desempregada, têm direito a uma miséria mensalmente, porque o nosso IRS reflecte realmente não só o estado civil mas a nossa situação laboral anterior... Não sei se não será melhor começar a pensar numa separação de pessoas e bens, ou mesmo num divórcio, se calhar até nos trazia beneficios! É que decididamente com situações destas este país não vai para a frente e começo a ficar realmente farta de tanta injustiça!
  3.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:57

Run, baby run...

por o que procuro, em 17.04.09

A entrada na recta final já custa, a falta de espaço do piolho que mexe sem parar, alia-se aos meus desconfortos e à falta de paciência para tudo e mais "um par de botas"...

 

Sei que a convivência comigo não deve ser fácil para quem me rodeia, mas sinto que por vezes também não me facilitam a tarefa!

 

Li neste blog, o que passo a citar:

 

"Antes de engravidarem, abstraiam-se do vosso romance idílico e mais-que-perfeito e, por favor, repitam para vocês mesmas até se consciencializarem:

"Vou ter um filho como se estivesse sózinha."

Tudo o que acontecer para além disso é um golpe de sorte.*

*e as estatísticas confirmam-no na ordem dos 99%."

 

 

Não queria muita acreditar nisto, mas acho que vou ter de começar a fazer esta consciencialização, isso ou irradicar do planeta TODOS os jogos para computadores, consolas e afins... O que não me garante que a situação mude...

 

O melhor é mesmo emigrar para uma qualquer tribu matriarcal amazónica, vir de lá já com o rebento nos braços, 3 meses depois do nascimento...

 

Vou investigar na net onde existem e comprar o bilhete de avião...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:29

The final countdown

por o que procuro, em 15.04.09

Por motivos de saúde pessoal, o meu filho vai ter de nascer de cesariana, não era isto que eu esperava, nem queria, mas dadas as circunstâncias e para bem-estar de ambos, vai ter mesmo de ser...

 

Portanto, falta cerca de 1 mês para o "DIA D", para nos conhecermos, para mudar radicalmente de vida, para amar ainda mais!

 

Ainda faltam algumas coisas, quer cá em casa, quer na mala da maternidade, quer mesmo em mim (ou nós)!!! lol...

 

Mas sei que há uma Presença que não passa e que nos acompanhará em todas as horas!!

 

Estou ansiosa...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

Lost

por o que procuro, em 31.03.09

A angústia instalou-se, com ela abriu-se a porta da tempestade onde me sinto entrar, giro eu, giram as coisas à minha volta, ninguém se define, ninguém se decide...Pareço uma bola de ping-pong...

 

Ando de um lado para o outro na ânsia de respostas, de esclarecer dúvidas, de serenar, mas cada vez me sinto menos esclarecida, com mais dúvidas, angustias, dores e tristezas, tão pessoais e únicas, que acabo por me sentir só neste rodopio, com a sensação de que ninguém me compreende, nem percebe o que sinto...

 

Apetece-me fugir, mas sei que o problema não se resolverá, vai continuar por aqui, mais uns meses, à espera que chegue a sua hora, para sair, seja de que maneira for...

 

Nunca as palavras bíblicas me fizeram tanto sentido: "A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas depois de ter dado à luz, já não se lembra da aflição, pelo prazer de ter vindo ao mundo um homem"  - Jo 16, 16-24

 

Esta tristeza já me invadiu e ainda não chegou a hora... nem me vale a esperança da certeza de o ter nos braços brevemente...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D