Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Procura de emprego

por o que procuro, em 14.10.13

Desde que o meu filho entrou na escola que comecei à procura de emprego.

Eu não quero estar aqui a generalizar, nem a fazer análises aprofundadas sobre este assunto, mas daquilo que me é dado a observar e das respostas que tenho obtido, ou a pessoa, sendo estrangeira, vem trabalhar para Inglaterra para uma área específica de conhecimento em que o mercado de trabalho inglês procura candidatos e à falta de nacionais e pelo conhecimento e experiência que a pessoa estrangeira possuí, é aceite na mesma base para concorrer ao posto, ou então, para cargos mais generalistas, torna-se difícil aceitarem-nos como candidatos.

 

E passo a explicar, áreas como a informática, economia, gestão, saúde e até mesmo o social, serão sempre bem aceites porque há muita falta de candidatos nacionais, assim tenham conhecimento, experiência e vontade de trabalhar! Quem não ouviu falar da vaga de enfermeiros que têm vindo para cá? O meu marido é da área informática, ele e mais uns quantos portugueses com quem nos temos cruzado por cá, além de economistas, entre outros, que vieram com vínculos laborais directamente para o mercado de trabalho inglês. As assistentes sociais, ainda e apesar da crise, também têm por aqui sucesso (que estarei eu à espera, perguntam vocês?)

 

Já no que se refere à área de trabalho administrativa, à qual me tenho candidatado, porque apesar de minha formação académica, foi aqui que trabalhei grande parte do meu percurso profissional, a resposta é sempre a mesma: não tenho o perfil pretendido para o cargo a que me candidato.

Hoje uma amiga, não portuguesa, mas também estrageira, depois de vários emails sem resposta para obter informações acerca do seu processo de candidatura para um lugar de assistente administrativa resolveu telefonar. Quem atendeu disse-lhe que além de não possuir um nível educacional suficiente (é licenciada), não tem experiência em back office (o que se afigura verdadeiro) e pasmem-se: não é inglesa!

Obviamente que isto não foi dito desta forma, preto no branco, mas foi-lhe dado a entender isso mesmo, que candidatas nacionais têm preferência. De qualquer forma iriam tentar obter mais informações junto dos recursos humanos e voltariam a contactá-la (respostas típicas para "inglês ver"...)

 

Portanto, um mercado de trabalho livre onde as pessoas circulam livremente e se candidatam, não é uma utopia, mas também digamos que não é para todos!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05

Grata! Muito Grata!

por o que procuro, em 18.10.12

Hoje é um dia para agredecer! Muito!

 

Finalmente, as coisas vão melhorar!

 

A Ti que nunca nos deixas-te esmurecer, nem ficar na completa escuridão: OBRIGADA SENHOR!

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:04

Um novo companheiro das manhãs de fim-de-semana

por o que procuro, em 30.09.12

É um troley de limpeza dos quartos, de um hotel da minha nova cidade.

Arranjei um part-time, aos Sábados e Domingos de manhã, das 10h às 14h.

Ontem foi o primeiro dia, estive toda a manhã com uma rapariga polaca, explicou-me como é que as coisas deviam ser feitas, fizemos 6 quartos as duas.

 

Hoje já por minha conta e risco, com uma folha interminável, fiz 10 sozinha!

É um trabalho duro e físico, dado que querem que se faça bem e depressa. Os quartos cujas pessoas saíram, devem ter a cama feita de lavado, toalhas limpas, os caixotes do lixo despejados, casa de banho e pó limpo em todo o lado, além de aspirado. Isto tudo em nada mais, nada menos de 20 minutos!

 

Não é para procrastinar! Só o trabalho que dá pôr uma capa de édredon lavada, num édredon king size, sozinha, já se soa!

E claro, depois do trabalho feito, a supervisora faz uma revista aos quartos e não é suposto apanhar cabelos nem pó no chão, como me alertou hoje!

 

Bem sei que não era nada disto que estava nos planos, além de ser muito mal pago, comparado com outro trabalho do género que há por aqui.

Mas foi uma conhecida que me recomendou e também me custou dizer que não. 

Veremos no fim do mês se compensa, por hora só sei que tenho dores musculares, como há muito não sentia...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:48

Arregaçar as mangas

por o que procuro, em 23.04.12

Amanhã o Simão vai para a creche, vão ser três manhãs por semana em que ele vai estar ocupado e eu, vou ter de sair do meu ovo protector e fazer-me à vida...

 

Estou assustada, pela minha insegurança na linguagem, pelo medo das tarefas, das pessoas, da nova vida, mas vai ter mesmo que ser, pelo bem do nosso orçamento familiar e para a minha sanidade mental.

 

Vamos então arregaçar as mangas, porque o trabalho nunca fez mal a ninguém e o medo, esse apenas nos quer tolher os movimentos...

 

Eitcha trabalhinho dif�cil!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:24

A mudança

por o que procuro, em 26.09.11

E eis que cai "o carmo e a trindade" em cima dos meus braços...vou começar a trabalhar a tempo inteiro dia 3 de Outubro e dia 4 o meu marido vai para Londres trabalhar, durante um mês.

 

Não querias mudar de vida?

Ora então aí tens!

 

Agora é que eu vou perceber quão forte é a rede de suporte e familiar que eu tenho, porque vai ser testada até ao limite...

Agora é que vou perceber de que é feito o meu casamento...

Agora é que vamos perceber de que matéria é feita esta que vos escreve!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:16

Não é o que eu quero, mas é o que preciso

por o que procuro, em 22.09.11

E pronto, tantas candidaturas enviadas para ocupar o cargo de administrativa, acabaram por surtir efeito: parece-me que vou aceitar uma proposta para trabalhar a tempo inteiro, num escritório de advogados, relativamente perto de casa...

 

O horário não é muito apelativo, dado que não vou poder ir buscar o meu filho à creche, o salário, esse é longínquo daquilo que alguma vez esperei...mas é o que temos, e face à conjuntura económica e social deste país, digamos que já vou com sorte!

 

Habemus laborum!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:47

De modos que é isto, respondo em média a dois ou três anúncios por dia, da segunda opção em diante, entre outras, sim porque para assistente social não aparece quase nada.

E mesmo assim, posso dizer-vos que não recebo qualquer tipo de resposta, nem um obrigado pela sua candidatura, ou um aviso a dizer que a receberam: NADA!

 

Eu só peço um trabalho a tempo inteiro, sem folgas rotativas, com horário das 9h às 18h, com um vencimento aceitável... 

Mas nem isso, nem isso...

É o desespero!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:56

Semear

por o que procuro, em 09.08.11

É como encaro o que ando a fazer: entregar currículos em mão, nos sítios onde provavelmente faz sentido o trabalho de uma assistente social.

 

O único senão é que semear faz-se normalmente no mesmo pedaço de terreno, eu...percorro lisboa de envelope em riste para entregar a quem pura e simplesmente recebe e me deseja boa sorte nesta aventura.

 

E eu, rezo, para que dê fruto!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:48

Quase no limite

por o que procuro, em 20.07.11

Regresso das férias e dou-me conta da estoupada que vou ter de aguentar: mudança no local de trabalho!

Desde seleccionar o que deve ser mudado, encaixotar, contactar empresas de mudanças e referenciar a todos os fornecedores de equipamentos e serviços a nova morada...além de manter o trabalho actualizado!

De referir que deveria ser um part-time, de duas manhãs por semana! Dou-me conta que hoje cheguei a casa para almoçar às 15h15, amanhã volto para lá ( e já vou no 3º dia de trabalho)...

 

Eu sei que foi óptimo para mim, depois de quase dois anos em casa, contando com a gravidez, arranjar alguma coisa para fazer, remunerada e que me permitiu voltar à realidade, também reconheço que em mais lado nenhum se telefona às 9h da manhã a dizer que o nosso filho está com febre e que vamos trabalhar noutro dia, ou só para a semana... 

 

Mas neste momento não chega a nada, ocupa-me mais do que o tempo que era legítimo, e não tenho a mesma disponibilidade que tinha, para trabalhar durante outros dias da semana, além dos estipulados.

 

Queria ter o meu tempo ocupado, sim, com uma rotina, mesmo que mais pesarosa do que esta, mas não era desta forma, muito menos desta maneira.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:47

O mesmo tema

por o que procuro, em 21.10.10

No seguimento do que alguém escreveu e que eu fiz  palavras minhas, continua a insatisfação com entidades patronais e afins.

 

Hoje fui ao Centro de Emprego da minha área de residência, cancelaram a minha inscrição quando se aperceberam que tinha uma criança ao meu cuidado, porque não estava disponível para emprego (menos um número nas estatísticas a apresentar pelo Governo aos meios de comunicação...faz TODA a diferença!).

 

Assim, actualizei e activei a minha inscrição, deram-me uma proposta de emprego na minha área, mas tinha de telefonar para marcar entrevista, até aqui tudo bem.

Liguei para o local, falo com a pessoa indicada e pedem-me para enviar o meu CV por email, para apreciação e verificarem se vale a pena a entrevista ou não...

 

É que nem se dão ao trabalho de falar pessoalmente com as pessoas, de nos dizerem na cara, que pode ou não ser, que interessa ou não, de negociar esta ou aquela condição. NADA! Não passamos de um número ou de um pedaço de papel que mal reflecte aquilo que somos ou fazemos, muito menos o que queremos e o tanto que temos para dar!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:21


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D