Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os Direitos das Mulheres

por o que procuro, em 09.04.08

Hoje tive uma conversa mais "acesa" com uma colega da faculdade, num dos intervalos, entre aulas. Estávamos a falar da falta de disciplina de alguns colegas, que fazem imenso barulho nas aulas, e de outras consequências que isso acarreta, como as que temos visto últimamente na TV, acercas agressões a professores, eis senão quando, a colega refere que tudo isto se deve à igualdade de direitos, as mulheres quiseram a igualdade de direitos, sairam de casa para ir trabalhar e deu nisto, a educação das crianças é deixada ao acaso, e ao bom sabor de carreiras e vivências dos seus pais.

 

É certo que vivemos numa sociedade economicista, que se rege por uma ecónomia de mercado que só vê o lucro, onde a dignidade da pessoa quase se perdeu, e onde não há incentivos à maternidade, nem à constituição e manutenção de uma família. Mas daí a dizer que as mulheres deveriam ficar em casa a cuidar dos filhos!!!

 

Quem disse que as mulheres não têm direito a uma carreira? Não haverá possibilidade de conciliar o trabalho e uma vida familiar, onde as crianças sejam educadas com valores e princípios, amor e afecto e já agora alguma disciplina?

 

E onde fica o papel do homem nisto tudo? Reduz-se a ganhar dinheiro, para o "colégio dos meninos" e a chegar a casa e sentar-se para jantar? Não intervem na organização e partilha das tarefas, na educação dos filhos?

 

Não sei o que reserva o futuro, sou casada, mas ainda não sou mãe, mas não me vejo a abdicar de uma vida profissional, para ficar em casa a educar os meus filhos.

Porque acredito, que o casamento, os filhos, a família, o trabalho, o lazer e tantas outras coisas, fazem parte integrante da nossa vida, e é na conjugação de todas elas que nos realizamos enquanto seres humanos,  e é nessa interacção que alcançamos o equiíibrio enquanto pessoas. Abdicar de tudo isso, para nos canalizar-mos num único objectivo, fazer disso a única meta a alcançar na nossa vida, seria muito redutor e acredito que não seria benéfico para nenhum dos dois, nem para a mãe, nem para o filho...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:27


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D