Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Desalinho

por o que procuro, em 01.10.08

A vida e a alma andam desalinhadas.

Procuro por ventura reencontrá-las

Mas neste mundo em mudança

Só consigo manter a esperança

 

Mesmo esta foge-me de vez em quando

E o desalinho, transforma-se em pranto

Que eu tento esquecer e não consigo

Porque tudo em mim é desalinho

 

Então nos meus dias desalinhados,

Procuro esconder, e não sentir a raiva

De querer quebrar este desalinho

E de voltar à vida no meu cantinho

 

Mas que vida quero eu, agora?

Será esta, ou outra que me espera lá fora?

Ou porventura outra que eu ainda não descobri,

entre as linhas do desalinho que sinto em mim?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:13



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D