Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Porquê que eu deveria ganhar o euromilhões??

por o que procuro, em 15.06.11

Porque ontem, quando vi uma senhora muito transtornada e lavada em lágrimas, porque tinha perdido o passe dos transportes públicos e não tinha meios para adquirir outro...tinha concerteza ido com ela a um posto da carris para fazer um novo passe...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:00

Ser católico faz a diferença?

por o que procuro, em 14.06.11

Eu sou católica, praticante - como agora teimam em distinguir, só que para mim, ser católico não praticante, não é ser católico: "Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma.” (Tg 2:14-17), mas adiante - além da Missa Dominical, tento participar na vida e actividade da Igreja da minha Paróquia, que considero como minha segunda casa.

 

Se por ser católica alguma vez fiz diferença na vida de alguém?

Não faço a miníma ideia, só aqueles que se relacionam comigo o poderão afirmar.

 

Agora, que os católicos que se têm cruzado comigo, fizeram toda a diferença na minha vida, isso é inegável!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:36

Estar em casa = não fazer nada?

por o que procuro, em 09.06.11

Porque é que as pessoas acreditam que estar é casa é sinónimo de não se fazer nada??

Não percebo, porque eu tenho sempre que fazer, tenho dias tão ou mais preenchidos do que quem trabalha 8 horas diárias, entro e saio de casa não sei quantas vezes, os meus vizinhos do outro dia comentavam que eu estava a emagracer (assunto para outro post) por causa da minha "actividade" toda, não páro quieta!

 

Por isso, não acredite, que estar em casa é sinónimo de não fazer nada, é sinónimo de tempo, sim, de qualidade de tempo, de disponibilidade, que acaba por se traduzir em realizar mil e quinhentas tarefas, que uma pessoa com um emprego, dito normal, não consegue realizar...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:58

A escalada da montanha

por o que procuro, em 08.06.11

Quis reiniciar o blog, voltar a escrever, mas faltou-me o melhor: a vontade.

 

Nesta escalada que estou a fazer, da montanha que é a depressão, dei-me conta, ultimamente, que tenho consciência de mim, do que sou e do que estou a fazer a mim mesma, pior, o escrever o que sinto, faz-me ter ainda mais consciência...e fujo disso, como o Diabo da Cruz!

Qual avestruz que mete a cabeça na areia, para não ver o que a rodeia, assim eu quereria estar na minha zona de conforto para todo o sempre, sem enfrentar o que sinto, nem o que sou, na esperança de que o amanhã traga uma solução mágica.

 

Mas os amanhãs sucedem-se, um após o outro e passam semanas, meses e quase um ano, desde que me senti a baixar os braços, a afundar-me num buraco sem fundo. E hoje quando reflicto em tudo isto, dou-me conta que reencontrei a criança que existe em mim, a chorar abandonada, que desistiu de si, porque também todos os outros o fizeram, que quer amor e carinho e não o encontra em lado nenhum e eu não soube o que fazer dela...

Agora sei que precisa de alento, de ânimo, de amor, de calma, de acreditar que o que não foi, hoje ainda pode ser e a adulta na qual se transformou, não pode deixar que a sua dor a maniete, mas tem que arranjar forma para transformar este sofrimento no propulsor para lutar pelos seus objectivos de vida!

 

De modo que me sinto no topo de montanha e ainda me falta descer uma encosta, para chegar ao caminho que ainda não vejo, mas que sei que quero trilhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D