Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um antes e depois

por o que procuro, em 15.04.13

O meu cabelo não via uma tesoura desde Julho de 2012, altura em que o entreguei aos cuidados da minha saudosa Alice, uma cabeleireira despachada e profissional como só ela sabe ser, que existe em Celorico da Beira e onde há anos entregava a minha milena para ser cortada e pintada.

 

Contudo, o facto de não ter ido a Portugal no Natal, fez com que o cabelo crescesse ao seu belo prazer, até ter atingido o meu limite!

Tem-me dado imenso trabalho, na lavagem, na secagem, no cuidado semanal, horas infinitas de volta dele, para sair à rua, enfiar um gorro ou vir uma rabanada de vento e acabar com ele todo eriçado.

 

Fartei-me de dar voltas aqui na cidade à procura de um cabeleireiro com preços aceitáveis, é que aqui dependendo ao cuidado de quem entregam o vosso cabelo assim difere o preço - stylist; senior stylist; creative stylist; creative director - indo quase de um estagiário até ao dono do cabeleiro. 

 

Os preços rondam as 40£ para o primeiro e podem ir às 100£ no último, isto só para cortar, se for para fazer algum trabalho técnico, como pintar, acresce o valor e ainda há sítios onde se paga à parte a secagem do cabelo, sendo que a pessoa pode cortar o cabelo e sair com ele ainda molhado (wet cut).

 

Com tantas variáveis à mistura, e sem conhecer nenhum sítio, não foi fácil.

Mas um dia a caminho de um supermercado, onde ia à procura de amêijoas para fazer carne de porco à alentejana (até amêijoas custa a encontrara aqui!), passei à porta de um cabeleireiro e gostei muito do ambiente que aparentava viver-se lá dentro.

 

Cheguei a casa, pesquisei na net e afinal, não só tinha preços acessíveis, como não tinham grande destrinça entre cabeleireiros a exercer.

Dirigi-me ao salão para fazer a marcação, que só foi possível quase 10 dias depois, com a cabeleireira que eu tinha seleccionado, certifiquei-me dos preços  e no sábado passei disto, para isto:

 

          


Agora sinto-me bem mais leve, já o voltei a lavar e secar, não tem nada a ver, muito mais rápido e sempre tenho outro ar!

Provavelmente a próxima vez será novamente em terras lusas, mas de qualquer forma quando precisar, por cá, já sei onde me posso dirigir...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:47


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D