Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Uma praga

por o que procuro, em 09.02.12

Questionei-me se deveria escrever acerca desta assunto aqui no blog, porque não é facil, porque continua a ser um assunto tabu e até mesmo estigmatizante para quem o assume: tenho uma praga de pulgas em casa.

 

Sim, leram bem, tenho a casa infestada de pulgas, acontece que as ditas já cá moravam em casa e estavam muito bem instaladas quando nós chegámos.

A nossa primeira noite aqui, aconteceu no dia 28, no domingo acordei com algumas mordeduras numa perna, mas associei a alguma alergia, tão vulgar na minha pele sensível, ou a uma questão nervosa.

 

Mas no domingo à noite, estava eu e o meu filho sentados na escadas que dão acesso ao segundo andar, quando me deparo com uma pulga no meu braço!

Entrei em estado de alerta, daí a aperceber-me que as escadas, forradas a alcatifa, estavam minadas de pulgas, foi um instante.

 

Andei na net à procura de uma solução caseira para acabar com o flagelo, mas além de aconselharem aspirar diáriamente os locais infestados, só havia soluções químicas. Na falta de produtos à venda nos supermercados que frequentamos e de aspirador, acabei por lavar a alcatifa, munida de um balde com água e detergente, uma escova e luvas.

 

Com este acto tive perfeita noção do flagelo com que lidavámos e não solucionei o problema. No sábado passado, conseguimos encontrar um pó e um spray e comprámos também um aspirador. O pó atenuou um pouco e o aspirador tem-se revelado uma mais valia, nesta luta desigual.

 

Contudo, dou-me conta que os quartos também estão infestados, o chão de madeira, com se calhar mais de um século, não se encontra tratado, muito menos cuidado, tem brechas e buracos onde elas devem ter os seus ninhos instalados.

 

Acabámos por falar com o senhorio, pelo que amanhã, entre as 12h e as 18h vamos ter que estar fora de casa, porque vêm desinfestar a casa.

 

A única coisa menos má, no meio disto tudo é que os meus homens são imunes às mordidelas das ditas, já eu, parece que tenho varicela, principalmente nas pernas e nas costas.

 

Não é um assunto fácil, nem é fácil ter de lidar com isto na nossa própria casa, mas não fomos nós os causadores de tal problema, mas sim quem saiu de cá, que além de possuir um animal de estimação (um gato), não primava de todo pela higiene do espaço...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:10


1 comentário

Imagem de perfil

De mg_criacoes a 10.02.2012 às 09:52

Como eu te percebo! Onde há pulgas trago-as comigo e também só me mordem a mim...enquanto as ditas não desaparecerem usa um bom replente; afinal dizem que só mordem a quem tem um sangue docinho! boa sorte :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D