Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O peso certo...

por o que procuro, em 15.09.11

O meu peso nunca foi algo que me agradasse, sempre em excesso, mas também nunca fiz esforço algum para mudar isso, demasiado amor à comida, que sempre me confortou, quando eu mais preciso, demasiado temor aos sacrifícios que seriam necessários, para ter o peso ideal, que eu julgava não ser para mim.

 

O ano passado, quando a médica de família me diagnosticou a depressão, medicou-me, com o que considerou ser mais adequado ao meu estado, iniciei a medicação em Novembro e em Maio, não havia melhoras nenhumas, antes pelo contrário, uma prostração, uma ansiedade e um estado depressivo constante, que me fizeram ir consultar uma especialista e ser novamente medicada. Entretanto, durante aqueles sete meses e devido à medicação perdi à volta de sete quilogramas, assim, sem esforço, sem nada.

 

Se ao princípio me custou muito aceitar o meu corpo, a roupa que caía, que não assentava bem e me fez mergulhar ainda mais fundo na depressão, agora, estou grata por este fenómeno, pelo que me trouxe, um novo eu, mais radiante e segura de si, capaz de andar enfiada em saias e vestidos, semanas afins, sem os constrangimentos anterirores!

 

O problema agora é manter. Eu tento! Mas asseguro-vos que não tenho tido grande sucesso!

Vejo a balança mensalmente a aumentar 500 gr e volta a revolta contra este meu corpo que teima em não ajudar...

Não sou grande adepta de desporto, nunca fui, é-me díficil manter um plano diário, uma rotina. A repetição dos mesmos exercícios vezes sem conta, desmotiva-me!

Julgo que também me faz falta um plano alimentar mais adequado, uma lacuna que vou tentar colmatar na próxima consulta com a médica de família...

 

Quanto ao exercício, tenho por força que me motivar, como tantas outras conseguem, aqui e aqui e porquê que eu não hei-de conseguir?

Sim, porque ao peso anterior...SENHORES, EU NÃO VOLTO!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:00


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D