Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A inveja

por o que procuro, em 24.05.08

"Evitamos a inveja se guardarmos as alegrias para nós próprios."

Séneca

 

Ora aqui está uma frase que dá que pensar...

 

Não deveríamos nós estar felizes com a felicidade dos outros?

Não deveria ser suporto, os outros partilharem connosco as suas alegrias, as suas habilidades, formas de estar, o seu sucesso?

Não deveríamos nós estar satisfeitos com a nossa vida, ao ponto da nossa felicidade não depender do mal ou bem-estar do outros?

 

Até que ponto fico eu contente com o mal estar dos outros?

E será que estando eu com problemas e descontente, fico insatisfeita com o bem-estar e felicidade dos outros?

 

Não teremos nós direito  e diria mesmo a obrigação de ser felizes, de lutar pelo nosso bem-estar, de procurar uma satisfação plena na nossa vida, desligando-nos da mesquinhez que é olhar para a vida do outro, e pensar sequer que não deveriam ser felizes, porque EU não estou bem?

 

"Toda a gente é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito delicada."

Oscar Wilde

 

Onde pára a natureza delicada que se alegra com a partilha das alegrias e da felicidade do outro, que é capaz de por momentos esquecer os seus próprios problemas e viver a emoção de felicidade daquele que connosco a partilha??

 

Onde pára o ser que é capaz de se deslumbrar pelas capacidades do outro, a sua maneira de estar, a sua boa disposição, a sua beleza, ou até mesmo o seu sucesso?

 

É como se qualquer comportamento diferente, que fuja desta mediocridade a que nos fomos e vamos habituando, que seja especial, e ilumine de modo diferente o nosso quotidiano e o nosso mundo nos incomodasse.

 

Como se perante o facto de não podermos oferecer comiseração e pena pelo outro, porque dela não precisa, fosse um facto insultuoso.

 

"Inveja-se a riqueza, mas não o trabalho com que ela se granjeia."

Marques de Maricá

 

Este será talvez o último reduto a ter em atenção, quando nos assolarem estes sentimentos pelo outro: terei eu trabalhado pelo meu próprio sucesso, alegria, bem-estar, felicidade???

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:02


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D