Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Efeitos secundários da depilação a laser

por o que procuro, em 18.11.13

Como percorri a internet à procura de informação acerca disto e não encontrei, aqui vai a minha nobre experiência.

 

Há muito que andava para experimentar a depilação a laser, amigas que já tinham feito recomendavam o problema era o mesmo de sempre: os preços.

Ainda em Lisboa, fui a alguns sítios obter informações, sendo que ia decididamente experimentar aqui.

 

Contudo a vinda para o Reino Unido alteraram em muito os planos, que ficam resguardados até ao mês passado quando me dei conta que a esteticista onde ia fazer a depilação aqui na cidade, se tinha ausentado por tempo indeterminado do seu local de trabalho.

O marido incentivou e na semana passada, feitas as marcações fomos a um salão de estética e a uma clínica, ambos com laser de alexandrite, aqui na cidade vizinha.

 

A primeira consulta serve para saber como é que o laser funciona, quantas sessões poderão ser necessárias, cuidados a ter antes e depois, riscos, preços e segue-se um teste na nossa pele, para percebermos tudo isto.

 

No salão de estética, fizeram-me um teste na perna esquerda, por debaixo do joelho, na coxa e depois virilha.

Não posso dizer que é indolor, mas é suportável, a máquina tem um mecanismo de arrefecimento da pele, que ajuda em muito a suavizar o procedimento.

Julgo que a técnica, empolgada com as óptimas condições que eu apresentava, em termos de pele branca e pelo escuro e grosso, e de modo a que eu pudesse ver ainda mais e melhores resultados, efectou um teste numa larga área da minha pele, o que na altura não me espantou, dado não ter noção acerca de quase nada neste âmbito.

Colocou-me gel de aloe vera na zona tratada, disse-me para ter cuidado em não tomar banhos de imersão, nem com água muito quente, nada de apanhar sol naquela área, manter a pele hidratada, de preferência com um gel de aloe vera, até aqui tudo bem.

 

Horas mais tarde começa o pesadelo, a zona, por debaixo do joelho começou a ficar vermelha, como se fosse queimada, os poros bastante dilatados e um ardor constante.

Dormi mal essa noite, não conseguia sequer tocar com a perna contra o colchão, manhã seguinte ainda estava pior, continuava bastante vermelho, com uma espécie de bolhas e já ligeiramente inchado.

Achei que me tinham queimado a pele, tinha disoderme em casa, coloquei ao longo do dia, sem ver grandes melhoras.

 

Quarta-feira nova consulta noutro sítio, decidimos ir, até para tentarmos perceber o que se poderia ter passado.

Na consulta expliquei o que tinha acontecido, após observação disseram-me que a zona estava queimada "alguém não tinha feito o seu trabalho como deve ser" e além disso os testes costumam ser feitos numa área muito pequena, com cerca de quatro disparos da máquina, até para que no caso de haver qualquer reacção, poder ser tratável mais facilmente, o que não era o meu caso.

Saímos da clínica e voltámos ao salão de estética, onde me tinham feito o teste e pedimos para falar com a técnica.

Mostrei-lhe a minha perna, ela nem sequer ficou admirada ou sequer assustada com o estado em que eu estava, o que convenhamos me serenou, disse-me que eu fizera uma reacção alérgica ao calor, dermatite de contacto, teria de tomar um anti-histamínico durante alguns dias, continuar a manter a zona hidratada.

Conhecia casos assim, embora raros, de dermatite de contacto ao laser, em que as pessoas desenvolvem uma alergia, normalmente nas pernas e mais na zona por debaixo dos joelhos, com aspectos semelhantes a queimaduras: vermelhidão e bolhas, mas com sintomas de alergia: prurido, ardor e inchaço.

A única forma de ultrapassar isto, tomar anti-histamínico dois dias antes do tratamento, fazer o tratamento a laser com o nível mais baixo possível e continuar a medicação por mais alguns dias, manter a zona hidratada e ter os restantes cuidados necessários.

 

Comecei logo nesse dia a tomar anti-histamínico, tratamento de choque um de manhã outro à noite, o que provoca uma sonolência constante, mas acalma em muito o prurido!

Neste momento estou bastante melhor, mas contínuo com um rectângulo vermelho/azulado na perna, os poros salientes e a pele com uma textura estranha.

Disse-me que teria todo o gosto em fazer-me um novo teste, naquelas condições referidas de modo a vermos como é que a pele iria reagir.

Entretanto já me ligaram da outra clínica, saber como é que eu estava e que teriam todo o gosto em me acompanhar, caso quisesse fazer um novo teste.

Neste momento quero que a pele volte ao normal, para depois ponderar o que deverei fazer.

 

Caríssimos leitores, fica o meu testemunho, quem nunca se sujeitou a nada disto, exija um teste numa pequena zona a tratar, sigam os conselhos que vos são dados e qualquer anomalia, regressem ao local onde vos foi feito o tratamento.

Desejo-vos que corra tudo muito melhor do que a mim!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:39


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anônimo a 09.01.2016 às 21:10

Nossa!! Obrigada mesmo por ter compartilhado isso, pois é bem verdade que devemos tomar mtooo cuidado com esses tipos de procedimentos .. Tbm irei fazer e pesquisando mto acabei encontrando o texto .. Vou exigir mais cuidados!! =D Obrigada!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.02.2016 às 22:22

É verdade, também a mim me acontece a mesma coisa. Já se puseram várias hipóteses, desde o lápis branco que se usa, ao aloé vera. Faço umas bolhinhas vermelhas que são imensa comichão e o que me acalma é bepanthene e caladryl. Nem o biafine ajuda...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.12.2016 às 02:44

Estou com o mesmo problema, voltarei a clinica amanhã para fazer outra região do corpo, mas pedirei para a técnica avaliar a minha pele e ver o que aconteceu. A região que fiz a cerca de três dias está empolada e coça muito! Será alergia ou queimadura? Espero que melhore logo
Sem imagem de perfil

De Elisabeth a 20.08.2017 às 22:52

Meu caso foi pior. Fiz o procedimento e fiquei com queimaduras por toda a região íntima e nas axilas. Liguei para a esteticista que me indicou uma pomada para passar. A pomada me deu alergia. E agora estou com a virilha em carne viva. Morrendo de dor :'(

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D