Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E no dia em que ele decide finalmente sair de lá, eu não estou lá para ver.

 

Telefonaram-me ontem, de Lisboa, de um Centro Paroquial bem perto da minha casa, precisam de uma assistente social para fazer uma baixa de parto, no lar que possuem...

 

E eu aqui, a 3.000 km de distância, a fugir das pulgas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:37


6 comentários

Imagem de perfil

De mg_criacoes a 10.02.2012 às 09:53

É porque não tinha de ser e não vale a pena te penitenciares por isso...haverá algo melhor reservado para ti e assim estão os três juntinhos! Ha coisa melhor?
Sem imagem de perfil

De maria costa a 23.02.2012 às 15:35

Boa tarde

Sou Assistente Social tirei o curso em 2007 e estou à procura de emprego como no post que colocou. O primeiro que leio na minha pesquisa falou de uma oferta de um lar em lisboa gostava de saber qual foi para enviar CV. Podias-me ajudar, mais trade vou ler o seu blog que pareceu-me bastante interessante na leitura em perpendicular (horário laboral)
Imagem de perfil

De o que procuro a 23.02.2012 às 15:54

Olá Maria,

Seja benvinda!

O lar, é o de Nossa Senhora da Ajuda, na freguesia da Ajuda em Lisboa. Eles tinham alguma urgência, mas como não pude mostrar interesse, não faço ideia se já preencheram a vaga!

Boa sorte!
Sem imagem de perfil

De Maria Eduarda Alves Caetano Ribeiro da C a 28.02.2012 às 20:18

Acho super engraçado o teu blog do fundo do coração os meus parabéns tem tudo: tem partilha pessoal (emprego), rotina(receitas e roupas) tem cultura(locais de visita), tem igreja (O amor de Deus) , tem banalidades superficiais das mulheres (spa,revista happy), tem os problemas de comunicação e amor, os temas sociais (violência, descriminação). Gostei porque para além de te dares ao esforço de fazer um blog está num bom português.
Identifiquei-me tanto contigo até por ter um blog, mas o teu maravilhou-me no sentido em que está aquilo que o meu seria se eu fosse organizada e tivesse um melhor português.
Diversos momentos de tristeza e esperança próprios de quem se sente desiludido com a pouca sorte, a falta de assertividade e a constante busca dum eu melhor, são coisas com que me identifico.
És feliz no amor e isso é bom, fiquei deprimida por ver que não foste bem sucedida gostava de saber tudo o que tentaste, para perceber o que falhou. Se realmente falhou.
Fiquei triste de saber que te foi diagnosticado uma depressão quero acreditar que não vou chegar a esse ponto.
Desejo-te toda a sorte do mundo em inglaterra, espero que tenhas tratado de tudo para eventualmente trabalhares lá, já que dizem existir lá emprego na nossa área.
Se desistires da profissão não desistas de ser feliz és mais que uma Assistente Social desempregada e isso vê-se bem no inicio do blog.
Obrigado pela partilha

Maria Eduarda Costa
Imagem de perfil

De o que procuro a 28.02.2012 às 21:35

Olá Maria Eduarda,

Obrigada pelo teu comentário, fiquei sensibilizada.

Quanto à tua questão em relação ao emprego, o que falhou fui eu e tão somente eu.

Fechei-me sobre mim, foram centenas de currículos enviados ao início sem resposta, quando finalmente surge a oportunidade de um estágio profissional, depressa percebi que era uma simples marioneta numa Instituição onde a corrupção imperava e tive que me debater profundamente para arquear com aqueles 10 meses e sair com alguma presença de espírito.

Depois disso, ainda mais me fechei, enviei ainda mais cv's, sem respostas, as poucas entrevistas a que fui, nunca sortiram qualquer efeito, e o tempo foi passando.

O problema aqui foi também nunca ter aceite outras alternativas, fazer outras coisas, conhecer outras pessoas, outras áreas, sei lá...

Finalmente quando me resolvi a acabar o curso de direito, engravidei e voltei ao meu "ovo" e ao conforto que ele me transmitia, daí até à depressão que se seguiu, foi um salto.

Agora já em fase de recuperação, vejo as coisas de outra forma e como a gente só se deve arrepender daquilo que não fez, vou construir eu mesma o meu futuro!

Boa sorte também para ti!

Se porventura quiseres, manda-me um email para mailoqueprocuro@gmail.com!
Sem imagem de perfil

De anónimo a 09.03.2012 às 08:37

Segundo Sua Majestade Reverendíssima D. Carlos I de Portugal, era PIOLHEIRA e não pulgueira.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D